Patricia Novaes
Não teve jeito: o Octávio teve que ir para a escolinha, ele ingressou no berçario na segunda-feira, dia 21/11/2011. Eu escolhi uma escola tradicional aqui da cidade, com mais de 40 anos, nunca ouvi ninguém falando mal dela, também não é uma escola muito barata, inicialmente o Octávio ficará 1/2 período na escola, em janeiro ele ficará o dia todo, vou contar como foi:

1º dia: chegamos as 13:00h, eu fiquei com ele na salinha dele, sentei no chão junto com todas as crianças e no inicio ele não queria sair do meu colo, mas ai com o tempo ele começou a dar umas engatinhadas e voltava correndo pra mim. Ele não quis comer a frutinha do lanche, mas mamou um pouco,  nesse dia fui eu mesma quem alimentou e trocou fralda. Ele tirou brinquedo de um nenê maior que ele, puxou cabelo de uma menina que estava de chuquinha e antes de sairmos de lá ele estava engatinhando feito um louco sem parada e dando vários passinhos. Saímos de lá as 15:00h. Ele adorou!!

2º dia: chegamos as 13:00h, eu tentei passá-lo para o colo da tia mas ele chorou, então fiquei sentada na salinha dele novamente, dessa vez ele demorou muito mais pra sair do meu colo, mas se divertiu bastante quando saiu, novamente roubou brinquedo das outras crianças e quando roubavam dele ele caia num choro histérico e ai a tia devolvia o brinquedo pra ele, a tia disse que 1º ele tem que se acostumar com o lugar e só depois ela poderá tentar educá-lo e sendo assim ela dava pra ele tudo o que ele queria. Na hora do lanche ele comeu ½ pêra rapidinho, depois mamou um pouco. Ele estava muito cansado e ele foi tirar um soninho com as outras crianças, a tia fez ele dormir no carrinho e quando ele acordou viemos embora. Saímos de lá as 16:00h.

3º dia: chegamos as 13:00h, e enquanto fui pegar algumas coisas no carro a coordenadora passou ele pra tia, nesse dia não entrei na salinha dele, mas fiquei na sala ao lado, ele chorou uns 15 min e depois sossegou e ficou no colo da tia, então a coordenadora me liberou pra voltar ao trabalho. Durante o dia ela me ligou inúmeras vezes para descrever o que ele estava fazendo: tomou banho, comeu pouco da fruta e então deram um pedacinho de bolo de fubá pra ele, na hora do soninho não quis dormir mas no final se rendeu e pegou uns 20 minutinhos de sono, jantou bem e com a tia exclusivamente para ele (ela chega a alimentar 3 crianças de uma vez só e faz isso com uma habilidade incrível). Quando eu cheguei para pega-lo ele estava com as outras crianças na sala de vídeo e estava feliz da vida, ele não viu que eu o observava, ele chegou até a dar uma dançadinha sentado mesmo, roubou brinquedo da colega que eu vi ahahaah. Quando ele me viu ele imediatamente caiu num choro histérico e saiu engatinhando em minha direção, a tia foi pegá-lo e ele veio para o meu colo fazendo muita manha, ah se eu não tivesse observado e constatado que ele estava tão alegre eu pensaria que teriam feito mal a ele. Saímos de lá as 17:30 e eu já combinei o horário dele: das 11:30 as 17:00h.

Nesse dia a noite notei que o olhinho dele estava vermelhinho no canto.

DOENTINHO: maridex deu mamadeira pra ele as 5:30 da madrugada e depois entrou afobado no quarto dizendo achar que o Octávio estava com febre e estava mesmo: 39º, notei que o olhinho tinha muito remela e como a febre estava altíssima levamos ele no PS do nosso plano médico, melhor ir bem cedinho com o maridex do que depois sozinha no horário que lota né!

Chegando no PS só tinha uma médica de plantão e era aquela que errou o diagnostico da hérnia dizendo que ele tinha dor de ouvido. A médica o examinou e disse que era conjuntivite mesmo e deu um colírio.

Voltamos pra casa, maridex foi trabalhar e ai eu comecei a pensar: conjuntivite não dá febre, será que dá?? Não, não dá!!
Então liguei pra assistente social do meu plano médico e implorei pra que ela conseguisse uma consulta no oftalmo no mesmo dia e graças a Deus ela conseguiu!

Peguei o Octávio e a mala dele pois sabia que o dia seria longo e rumamos para o consultório. O oftalmo disse que ele tinha sim conjuntivite, mas que eu deveria procurar outro médico porque a febre não era normal e ele não tinha sintoma de qualquer outra doença, pelo menos visivelmente estava bem. E também deu outro colírio e disse que o colírio que a maluca do PS  havia prescrito não deve ser usado por crianças muito menos por bebês.

Ok, rumamos então para o consultório da pediatra, chegando lá a secretaria disse que a médica estava atrasada, que não teria como me encaixar e blablablabla e eu disse que eu não tinha mais o que fazer pois já havia passado no PS  e que o oftalmo havia me mando pra lá, tudo no maior estilo: “daqui eu não saiu, daqui ninguém me tira até que a médica veja o Octávio”, e ela: “então você vai ter que esperar...”, ok esperamos!!! A pediatra do Octávio é maravilhosa, até hoje só tem acertado conosco, ele estava com a garganta inflamadíssima!

Voltamos pra casa e ele ardia em febre novamente, ele tomou remedinho e dormiu, ficamos exaustos, o dia foi muito cansativo pra mim então imagine pra ele que estava doentinho!!

Ele está tomando antibiótico e hoje (sexta-feira) ainda teve febre a tarde e antes de dormir, a médica disse que isso poderia acontecer mesmo. Ele anda manhoso demais, desde que começou a escola só quer saber do meu colo, se joga do colo do pai para o meu desde o 1º dia da escola e agora doentinho anda ainda mais cheio de dengos comigo.

Eu já sabia que ele ficaria doente indo para o berçário, mas não achei que seria tão rápido, talvez tenhamos que fazer toda a adaptação novamente :(
Ah, mas eu tenho que ser sincera: só a conjuntivite ele pegou lá (apesar de que a coordenadora disse que nenhuma criança teve esses dias), a dor de garganta pegou do pai (a pediatra disse que dor de garganta é contagioso sim).

Espero que ele sare logo e volte a ser meu menino serelepe e sapeca tempo integral novamente.

Semana que vem eu volto pra contar como será o retorno a escola!
Beijocas!
Patricia Novaes
Marcadores: , ,
Lilypie - Personal pictureLilypie First Birthday tickers