Patricia Novaes
Para aquele sapato que está lá sem graça, sem vida, no fundo do armário, achei tão fofo esse tutorial!



Tutorial: clique aqui, traduzido clique aqui!

Esse post corre o risco de soar antipático, mas vamos lá!!

Coisas que me irritam!
Eu NÃO sou especialista em línguas, na verdade sou muito fraca em português e venho tentando melhorar, principalmente agora que sou mãe e meu filho aprenderá a falar comigo então estou tentando cultivar o bom português! E o inglês também!

Dói os ouvidos quando as pessoas falam:
pEneu – pneu tem P mudo então pronuncia-se “pineu” e os caras que narram a fórmula 1 vivem “trocando os peeeeneus”.
outra que é horrorosa e as pessoas enchem a boca pra falar achando que estão certíssimas:
adEvogado – é advogado com D mudo, mesmo caso do “pneu”, ai a tiazinha toda orgulhosa querendo botar panca vem e diz: “meu filho é adEEEEvogado” achando que está abalando geral.

Eu falo muito errado, sei disso, mas o que me deixa p da vida é que os caras da TV não podem falar errado, eu posso falar (mas não devo e não falo no caso do pneu) pEneu, mas o Galvão não pode! E no caso do adEEEvogado é que as pessoas falam muitas vezes querendo botar panca, ah se enxerga: aprende a falar primeiro pra depois botar panca!
***********************************************************
Eu sempre gostei muito de estudar inglês, estudei durante muitos anos, muitos mesmo, fui até estudar no Canadá. Também sempre gostei de dicionários e ficou ainda melhor com a internet pois podemos ouvir os sons das palavras em inglês nos dicionários, o que tira muitas dúvidas.

Eu ODEIOOOO quando as pessoas me corrigem errado, na verdade elas não corrigem abertamente, elas só repetem a palavra logo depois de mim pra tentar me mostrar que eu estou falando errado. Veja alguns exemplos que são de matar:
Chaise – “cheize”, pronuncia-se com o E fechado e um I, e as pessoas me corrigem falando chééééze.
Closet – “Clóóset” –  é inglês americano (o mais usado por nós) e as pessoas falam com o O fechado porque associam com a palavra “close” que significa perto e esse sim tem o O fechado, outro dia toda vez que eu falava “Clóset” o arquiteto falava logo em seguida: “Clôset”, ódioooo!
OBS: tem a pronuncia closet com o O fechado que é inglês britânico, então não está errado falar “Clôset”, só não precisa sair corrigindo que fala “Clóset”.
E o que é de matar é essa palavra:
Hall – pronuncia-se “Ról” e não “ól”, tem que ter o R aí, e tem gente que repete sempre depois de mim “ÓL”. H na língua inglesa tem som de R.
Quer corrigir alguém, então corrija, mas tenha a certeza de que você também está falando certo!

***********************************************************
Voltando a Língua Portuguesa, aqui na minha cidade, eu não sei porque o povo quando quer falar das “costas” (parte do corpo) fala “costa”.
-“Ai que dor na costa!”
Mas o problema com “a costa” não termina ai, ouvi várias pessoas, inclusive pessoas estudadas dizendo:
“- decascou a costa!” 
Isso mesmo, sem o S no descascou – DECASCOU
Sempre no verão o povo vai pra praia e volta reclamando que "decascou a costa” ahahah

Outra coisa que mata é quando falam "pra mim fazer" claro, dói nos ouvidos!
Outras que doem: sejE, estejE. Geralmente quem fala "seje e esteje" está tentando falar certo, se forçando e tem a certeza de que está correto. Oh dó...


****************************************
Uma palavra que sempre falei errado e achava que estava certo é sobrancelha (certo), eu falava soMbrancelha. Vejo em vários blogs de beleza e maquiagem as meninas escrevendo errado também, fico com vontade de dar um toque pois a pessoa está na "iNgnorância" assim como eu estava ahahaha, mas acho grosseiro e me calo.


****************************************
Vejam algumas coisas que eu falo errado e estou me policiando para não repetir

Leva ela, deixe ela – leve-a, deixe-a

Verbo ver e vir, esses são horríveis, eu sei conjugar, mas a força do hábito faz com que eu fale sempre errado:
Se eu ver – Se eu vir (certo)
Se você quiser vim – Se você quiser vir (certo)

****************************************

Sei como falar corretamente, mas em algum momento da vida eu achei que seria mais fácil falar de qualquer jeito, que soaria mais simpático se eu falasse errado. Ah que arrependimento, falar certo é um hábito, assim como falar errado, mas se sabemos qual é o certo então porque falar errado?!?! Eu não me entendo!

Quando o Octávio estiver estudando gramática na escola vou aproveitar e estudar junto! Pedi para o maridex me ajudar e me corrigir sempre que eu falar errado, pior que ele também dá grandes deslizes, mas agora que somos pais e educadores  é nosso dever e obrigação falar corretamente para que o Octávio aprenda a falar nossa Língua Portuguesa corretamente, uma língua tão bonita e que nós maltratamos tanto no dia a dia.
Bom “português” para você também!
Beijocas!
Patricia
Marcadores:
1 Response
  1. Luciana Says:

    Você acha grosseiro corrigir, mas me desculpe, você está enganada quando critica quem a corrige quando fala chaise.
    A palavra não é inglesa, é francesa, logo, "chéze" é o correto e não com E e I.


Lilypie - Personal pictureLilypie First Birthday tickers