Patricia Novaes
Eu não falo muito sobre meu trabalho aqui, pois esse espaço é para distração, mas hoje vou falar um pouco!

Trabalho em uma empresa de informática já faz 10 anos, até ano passado maridex também trabalhava aqui, prestamos serviço para a iniciativa pública e sempre houve muita pressão por causa das licitações e renovações de contratos. Vira e mexe me sinto ameaçada de perder esse emprego.

Antes eu não me importava tanto em perder esse emprego, não tinha filho né! Aqui na minha cidade o salário não é grande coisa quando você ingressa em uma empresa nova, pra conseguir ganhar bem você tem que ter bastante tempo de casa, e agora eu não posso sair da cidade para trabalhar e ficar tão longe do Octávio, mas se ficar aqui na cidade o salário não será aquelas coisas... E como já contei pra vocês eu trago o Octávio comigo então isso me faz valorizar ainda mais esse emprego, mas é a questão é que eu não estou agüentando mais a pressão, todo mês minha chefe diz que no próximo mês talvez tenha que fazer minha demissão, pede pra eu faça uma proposta de trabalho a ela, uma proposta em que eu emita nota fiscal e receba talvez por serviço, o que ela quer é baixar o máximo meus salário, mas esse tipo de trabalho eu não quero pra mim, eu quero receber o que eu mereço, não dá pra trabalhar por mixaria e ainda  ter que abrir uma empresa, mas ao mesmo tempo tem o Octávio...

Ano passado com as cirurgias do maridex e o tempo que ele ficou sem trabalhar vimos o quanto é duro ficar sem uma boa contribuição ao INSS. E tem mais: e se eu morro?? Quero deixar uma pensão boa pro meu filho e tenho que contribuir com o máximo que eu puder, é mórbido falar disso, mas eu acho que não podemos nos esquecer do lado pratico das coisas: dinheiro é sim importante, saúde é o principal claro, mas é melhor chorar sentado num Jaguar do que no busão né!!!!

Ah como é duro viu... tem dias que eu me pego pensando: como vou pagar isso ou aquilo, será que eu paro com os planos da construção da casa? Mas se a cada ameaça de desemprego eu parar com todos os meus planos eu vou acabar não vivendo!

Hoje decidi que eu não vou me preocupar mais, pelo menos vou tentar! Se eu for mandada embora agora em agosto eu vou ficar em casa até novembro quando o Octávio completa 1 aninho e ai ele irá para a escolinha, tem tanto bebê mais novo que vai pra creche né! Já dói meu coração!  E vou continuar tocando meus projetos!  Se eu ficar desempregada já tenho 2 empregos em vista, o salário não é aquelas coisas (já expliquei aqui), mas é melhor do que nada né! Além disso, eu gostaria de ver se possível dar aula em alguma faculdade, um emprego período noturno seria o ideal, eu me formei na Unicamp e tenho 2 cursos de pós graduação, será que eu consigo? Quem souber como faz pra entrar nesse ramo de ministrar aulas em faculdades me avise hein!!

Viver assim tem acabado com minha saúde mental então vou tentar não pensar mais nisso e seja o que Deus quiser!!

Estou tentando voltar a ver meus blogs queridos, veja que fofa essa faixa de cabelo:

Tutorial aqui e traduzido aqui.

Marcadores: ,
Lilypie - Personal pictureLilypie First Birthday tickers